• blog mineiro

Em Natal, Lula traz a receita para acabar com a fome no Brasil

A semana começa com a contagem regressiva para a chegada de Lula a Natal. O ex-presidente desembarca na capital potiguar quinta-feira (16), fará uma visita ainda pela manhã a 1ª Feira Nordestina da Agricultura Familiar e da Economia Solidária (FENAFES), no Centro de Convenções, e participa de um grande ato político que acontece a partir das 15h, no estacionamento da Arena das Dunas.

Durante a programação, Lula também almoça com os governadores dos nove estados da região Nordeste que participam da FENAFES. O ex-presidente quer ouvir os representantes dos Estados e recriar alternativas para acabar com a fome no Brasil, que voltou agora no governo Bolsonaro ao mesmo patamar dos anos 1990.


Não é novidade para ninguém a obsessão do ex-presidente em garantir três refeições na mesa de cada brasileiro. Foi a primeira promessa de governo dele ainda em 2002, cumprida ao longo dos 13 anos em que ele e Dilma governaram o país. Aliás, ao tirar o Brasil do mapa da fome, os governos do PT mostraram que sabem, como nenhum outro, cuidar de quem mais precisa.


Lula já passou fome, conhece os problemas mais graves da população e criou políticas públicas que colocaram comida de volta à mesa dos mais pobres. E é o que ele vai fazer de novo a partir de 1º de janeiro de 2023.


Pré-candidato a deputado federal, Fernando Mineiro destaca o papel que a agricultura familiar terá nesse processo de reconstrução da segurança alimentar do país. Ele reafirma que estará ao lado de Lula ajudando com leis e projetos a recriar políticas que deram certo e novas formas de acabar com a fome no Brasil:


"É estarrecedor que a fome tenha voltado num país como o Brasil, cuja maior parte da alimentação diária vem diretamente da agricultura familiar. Lula sabe o que fazer para combater a fome e eu quero estar ao lado dele para, além de combater a fome, garantir uma alimentação adequada a cada brasileiro através de projetos que incentivem e utilizem a agricultura familiar como fonte", destaca.

109 visualizações0 comentário