• blog mineiro

33 milhões de brasileiros passam fome, 10 vezes mais que a população do RN

Atualizado: 10 de jun.

No Brasil de Bolsonaro em 2022, 6 de cada 10 domicílios vivem sob situação de insegurança alimentar, tragédia que atinge de forma mais direta o Norte e o Nordeste. As duas regiões possuem 71,6% e 68% de pessoas nessa condição, respectivamente.


A fome já aflige mais de 33 milhões de pessoas no país, o equivalente a quase 10 vezes a população do Rio Grande do Norte.


Os dados foram divulgados pelo 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia de Covid-19 no Brasil, lançado nesta quarta-feira (08), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).


“Os dados evidenciam que a escalada da fome está cada vez mais presente em cada esquina, semáforo ou cruzamento por onde passamos. São inúmeras as pessoas por cidades que estão com cartazes de pedido para comprar algo para comer ou para alimentar suas famílias”, frisou Fernando Mineiro, pré-candidato a deputado federal pelo PT.


Ele lembra que foi graças às políticas contra a fome implementadas a partir dos governos Lula, que o Brasil conseguiu sair do Mapa da Fome da Organiação das Nações Unidas (ONU).


- Com o governo Temer, o país já retrocedeu e agora, com Bolsonaro, voltamos ao patamar de 1990”, destacou.


A única saída e esperança, destaca Mineiro, é eleger Lula presidente e uma bancada de deputados e deputadas federais engajadas na luta para recriar as políticas públicas destruídas a partir do golpe contra a ex-presidenta Dilma Rousseff:


- Os governos do PT foram responsáveis por tirar mais de 30 milhões de brasileiros da miséria e criar programas reconhecidos mundialmente, como o Fome Zero. Os governos Temer e Bolsonaro destruíram tudo isso, mas nós vamos reconstruir. Quero estar ao lado do Lula, na Câmara Federal, para ajudar nesse trabalho de retomada e reconstrução do Brasil. Vamos reduzir as desigualdades e, como o presidente Lula fala, fazer com que as famílias brasileiras mais pobres voltem a ter todos os dias três refeições na mesa. Esse é o nosso compromisso”, afirmou.

12 visualizações0 comentário
  • Instagram