• blog mineiro

100 anos de Paulo Freire

Por Fátima bezerra

Governadora do RN


Na condição de professora e de única governadora eleita em todo o Brasil, no primeiro ano de minha gestão, em 2019, fui a Angicos para lançar um desafio, o de tornar o Rio Grande do Norte Território Livre do Analfabetismo. Aquela ação - que já fazia parte das comemorações do Centenário de Paulo Freire – será ampliada para todo o Estado por meio do Programa Nova Escola Potiguar (o PNEP), um dos maiores Programas já pensados no meu estado que se traduzirá em um novo momento da educação estadual no Rio Grande do Norte.


Naquela ocasião eu disse, e repito aqui, que uma das lições deixadas por Paulo Freire era de que lutássemos pelos nossos sonhos, para que eles se tornassem realidade. Estamos aqui, hoje, comemorando o Centenário de Paulo Freire, porque sabemos do poder que a educação tem de transformar vidas!



Quando, em 1963, portanto, 58 anos atrás, Paulo Freire promoveu o projeto-piloto “40 Horas de Angicos”, inúmeras pessoas – a maioria adultas – tiveram a chance de aprender a ler e a escrever. Angicos, uma pequena cidade no coração do meu Rio Grande do Norte, foi a primeira selecionada para desenvolver ali a pedagogia freireana e se tornou, naquela ocasião, símbolo da luta do enfrentamento ao analfabetismo no nosso País.


Aquela ação contra o analfabetismo nos faz pioneiros na práxis freiriana. E isso nos enche de orgulho! Claro que ainda é lamentável que tantos anos depois, o Brasil não tenha conseguido cumprir a meta de ter 93,5% dos brasileiros acima de 15 anos alfabetizados até 2015. Infelizmente, o quadro de analfabetismo funcional no Brasil aumentou, quando deveria regredir.


Mas o verbo “esperançar” de Paulo Freire nunca esteve tão vivo em nossa memória. Continuamos sonhando e agindo! E no terceiro ano de Governo, após enfrentarmos inúmeros obstáculos de um estado que herdamos colapsado, iremos implementar um programa voltado para a construção de escolas, reformas, ampliações; modernização tecnológica; capacitação e formação do magistério; e ações de superação do analfabetismo.


O Nova Escola Potiguar prevê também a criação do Instituto Estadual de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte, o IERN; serão unidades que ofertarão cursos adequados à realidade sociocultural local e à matriz econômica em potencial da região. Queremos construir os IERNs em todas as regiões do RN. Com previsão inicial de 12 campis, terão a infraestrutura baseada nos modelos consagrados dos Institutos Federais, sendo construídos e mantidos pelo Governo do RN. Essa ação revolucionária na educação do RN só será possível porque temos gestão, foco, compromisso, mas também porque temos inspirações como as que nos deixou Paulo Freire.


Em 2019, já no início da nossa gestão, começamos os preparativos para o centenário de Paulo Freire. Instituímos o ano freiriano e, de lá para cá, foram inúmeros atos, seminário, círculos de Diálogos. Agora em setembro, a Secretaria de Educação realizou jornadas formativas de três dias. Hoje, iremos inaugurar, em Angicos, a estátua que homenageará esse grande educador.


Olha, já se passaram mais de 40 anos desde que me formei em pedagogia em 1980 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Eu tenho um imenso orgulho de, desde então - e enquanto professora, sindicalista, parlamentar e, agora, governadora - , dedicar minha vida à luta em defesa da educação pública, de qualidade, a uma educação para todos e todas. Paulo Freire é minha grande referência e minha eterna inspiração na defesa da educação como passaporte principal na luta pela cidadania.


Nele, temos o exemplo para seguirmos acreditando, planejando e executando nossas ações para a política pública educacional.


Que jamais nos esqueçamos de suas palavras, de seus ensinamentos e seus gestos. Que daqui a 100 anos, nossos educadores, estudantes e sociedade em geral possam continuar sentindo a importância do trabalho deixado por Paulo Freire. E como dizia ele: “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. Parabéns a todos nós educadores e educadoras. Viva Paulo Freire!

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Instagram